quarta-feira, 24 de outubro de 2007

FRUTOS FORA DO TEMPO


Há tempo para todas as coisas debaixo do Sol. Sim, para todas as coisas há seu tempo, e tudo que é manifesto fora de tempo é anômalo, falso, mentiroso e faz mal para a própria alma que assim se deixa enganar manifestando aquilo que ainda não foi gerado em seu próprio ser.

Tudo que não faz parte de mim e que expresso como se fosse algo meu, se torna para mim mesmo um auto-engano, uma maneira de falsificar a realidade de quem sou e fazer isso se passar por outra coisa que não eu, crio outro ser afim de não mostrar ou de camuflar algo em mim, ou mesmo de me passar por outro seja por qual motivo for. De qualquer modo, todo fruto fora do tempo é fruto de mentira e auto-engano.

Tudo que assumo para mim como sendo algo meu fazendo com que aquilo que não "é" "seja", e o que para mim é verdade "hoje" deixe de ser, é auto-engano, é querer assumir o que não se é, deixando de ser o que de fato é. Isso é engano!

Enfim, tudo o que vem antes do tempo é mentiroso; tudo o que vem antes de haver sido gerado pela vida é engano; tudo o que nasce fora da estação propria é falso, enganoso, é motivo de suspeita e auto-reflexão, pois, é maldição para quem carrega essa semente que deseja dar seu fruto antes do tempo, que quer antecipar uma verdade ainda não gerada, e por isso, mesmo que tenha aparência de verdade, em sendo um fruto que ainda não foi formado no ser, seja qual for a verdade que esteja diante dos olhos, esta, não foi transformada pelo tempo devido, assim sendo, pode até ter aparência mas não terá ainda em sua entranhas a verdade de algo que foi formado no seu tempo devido, fazendo assim que todo o fruto seja apenas uma mentira diante dos olhos, pois, no interior de fato, ainda, não há nada, nenhum sinal de que do lado de fora seja a realidade que habita o interior do ser.

Há tempo para tudo debaixo do Sol e aquilo que foge a esse tempo não pode ser senão uma mentira, e o pai de toda mentira e engano não é outro senão o Diabo, ele é a própria tentação de se entregar a esse "ser conforme não se é". Há tempo de ser são, e tempo de ser louco; há tempo de ter certeza, e há tempo de abrir mão de todas elas; há tempo de encontrar e há tempo de perder; há tempo de deixar, e há tempo de tomar para sí; há tempo para o tempo, há tempo para tudo debaixo do Sol.

Só não há tempo para aquilo que se manifesta antes do tempo, pois, foge à verdade de ser do ser! E ainda que demostre aparência as verdades são latentes perante a realidade daquele que vê.

Fora do tempo qualquer coisa é uma anomalia, até dizer "eu te amo" sem que isso de fato tenha sido gerado como verdade e vida, é engano.

Deus é Verdade e Ama a verdade, ainda que ela não o seja amanhã como o é hoje, ainda sim, não há verdade em "ser" o que ainda não se "é", e manifestar uma verdade que ainda não foi gerada é engano.

Nele, que é Verdade e Ama a verdade.

Nenhum comentário:

DRUMMOND SEM TRIUNFOS

Chega um tempo em que só se diz "meu Deus" Tempo de inabissoluta depuração Tempo em que se diz "meu amor" Pois o...