segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

QUERIDO DIÁRIO - uma sátira diabólica


Adoro ver gente do "Evangelho da Graça"! Sim, é muito interessante ver como pregam o Amor. Ah! As boas obras parecem boas mesmo. Gostam de ajudar o necessitado, ouvir com paciência o de coração estranhamente contrito, enfim. Mas é muito mais legal ver as atitudes com os cônjuges, com os pais, os filhos… Ah! Isso sim é divertido! É uma raiva e falta de paciência de causar aqueles risos de canto de boca. Ah! Que maravilhosa estupidez! Agora sim fica divertida a pregação! E deve ser para a diversão mesmo, só pode. Vai me dizer que estão falando sério!? Ah! Por Deus, eu seria mais sincero e menos cínico. E dizem que eu é que sou um Diabo. O raio que os parta!

Mas adoro! É melhor do que programa de TV, muito melhor. Detesto novelas, mas essas, do "Evangelho da Graça", eu amo. Divirto-me mais do que nos filmes de comêdia com o Leslie Nielsen. É ligeiramente curioso o "Amor do Pai". É como se Deus fosse cínico também, Ele perdoa tudo justamente para ver seus filhos pecarem mais, e ainda depois se ri disso tudo como naquelas frases populares "no dia seguinte a gente ri disso tudo". Imagino Deus com uma cerveja na mão, meio entorpecido pelo álcool, assentado à mesa, numa casa qualquer, junto aos "pecadores" (que no caso são os que se baseiam nesse "Evangelho da Graça" para serem "pecadores") rindo e conversando alto coisas do tipo "Ah! Eu vi aquela gata que tu pegou ontem, malandro! Ah! Eu te amo Joãozinho, como eu te amo! Depois de ontem, até passei a te adorar para falar a verdade!"

Melhor! E quando falam da transformação que esse tal "Evangelho" causa nas pessoas! Isso sim é curioso e divertido! Dizem um monte de coisas belas! "Amor, mansidão, domínio próprio, paz, alegria, bondade…". Ah! Comovo-me de fato com tais palavras. Chego até a chorar lágrimas de arrependimento. Ah! É lindo, meu Deus perdoa o seu querubim caído! Mas de repente… Oh! Bebedices, luxúria, inimizade…! Ah! Logo enxugo minhas lágrimas e começo a sorrir novamente! Por pouco meus pés não se desviaram e eu me converti. Mas me ficou um "Q" na mente, a pergunta inicial: Afinal, que transformação que causa esse tal "Evangelho" no ser humano? Ah! Que eu carregue esse povo! Ops! Que o diabo carregue esse pessoal. Deve ser uma piada, só para descontrair mesmo. Esse pessoal tem características cômicas, é bom me lembrar disso.

O mais legal ainda é a "carapuça" que serve em todo mundo. Ah! Essa é incrível! Todo mundo é pecador e humano, por isso a carapuça serve para todos. Só ainda não entendi o porquê que riem da carapuça e fazem um culto a ela. Talvez não estejam rindo dela, mas para ela. Ah! Vai saber! Quero mais é me divertir! Se for para a carapuça ser adorada, vamos todos juntos, afinal, eu também estou nessa! Mas o que oferecem para o deus ou a deusa "Carapuça" (até que podiam inventar um nome melhor para tal deus) é tragicômico. Oferecem os frutos da carne! Como sei? Ah! Os sei de cor na minha alma (se é que os seres humanos sabem o que é isso: alma), todos eles! Só não sei ser tão cínico! Deus não deveria ter sido tão cruel comigo, olha só para os Dele!? Ah! Mas não tem importância, eu os acho adoráveis, mesmo!

E quando falam sobre a entrada nos céus, confesso, aí já é demais. Devo eu falar a verdade para esse povo? Ops! Ah! Quase me cedi à tentação! "Deus pagou tudo" dizem eles! Não entendo bem! Deve ser que Ele pagou as condições para a festa: As bebidas, comidas… meretrizes! Tem hora que fico meio encabulado. Tudo bem que quis o Trono, mas se Ele tivesse me mostrado esse lado Dele e me desse uma festa dessas… Ah! O último lugar onde quereria estar seria o Trono. Brincadeirinha! Ainda prefiro o Trono, na verdade até daria duzentas mil festas dessas por ano só para me manter no Trono. Se for só isso que querem, posso dar esse reino aos humanos!

Dizem que meu nome significa "acusador"! Ah! Eu é que não acuso ninguém, na verdade, adoro todos esses!

Sem mais...

O Diabo

2 comentários:

Thiago Mendes disse...

Uma "Graça" de diabo ! rs

Thiago Mendes disse...

http://thiagomendes70.blogspot.com/

DRUMMOND SEM TRIUNFOS

Chega um tempo em que só se diz "meu Deus" Tempo de inabissoluta depuração Tempo em que se diz "meu amor" Pois o...