segunda-feira, 26 de agosto de 2013

O OLHAR

54133_Papel-de-Parede-Olhar-Profundo_1280x960

Seu olhar muda o mundo, o seu e o dos que estão ao seu redor. Quem vê, deve ver com bons olhos, até o cego deve ver com bons olhos. O convite do Evangelho é ver através da lente do amor, o amor com que o Pai nos amou, e o Pai revelado no filho que nos amou e se entregou a si mesmo como propiciação pelos pecados de todos. Os olhares, antes de se lançarem para fora, haverão de ter amor, se amor eles querem enxergar. O contrário é falácia, engano, engodo. Quem buscar o amor do lado de fora, viverá egoística-mente exigindo que o amor lhe prove que exista. Viverá num limbo entre entre leis e mandamentos, morais e éticas, contudo, não podendo amar sem tais amarras. Irônico: o amor é pura liberdade. Quem não ama a liberdade do próximo, pouco ama. Quem encontrou o coração descansando no amor de Deus também amou o mundo assim como Deus ao mundo amou, e amou os homens assim como Deus os amou e chamou-os à liberdade alertando-os que não voltem novamente a um julgo de escravidão. É escravidão, qualquer outro caminho fora do amor. Contudo, Deus não ama os "santos", "médicos", "sãos", porém diz "Vós pecadores! Vós sois os meus santos, meus médicos, meus sãos, vós ainda sendo pecadores, e de fato o são e o serão até o fim. Vós estais agora em Cristo que a tudo santificou, justificou e redimiu: vós por estardes Nele sois santos, justos e remidos". Seu olhar, muda o mundo. O seu e o dos que te cercam. Quem vê deve ver com bons olhos, com os olhos daquele Cristo pendurado na cruz dizendo aos que o crucificaram "Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem". Há de se crer no amor, há se crer no perdão incondicional, há se de se olhar o mundo com outros olhos.

Nenhum comentário:

DRUMMOND SEM TRIUNFOS

Chega um tempo em que só se diz "meu Deus" Tempo de inabissoluta depuração Tempo em que se diz "meu amor" Pois o...