sexta-feira, 29 de maio de 2009



Por vezes eu quase chego a acreditar
Que todos são felizes
Olha só a imagem do casal 20
Ouça só a mensagem aos ouvintes

Por vezes eu quase chego a duvidar
Que sou feliz
Olhe só meu dia se definhar
Olhe só aquele dia não chegar

Por vezes eu quase chego a acreditar
Que a gente deve ser assim
Veja só o sorriso de propaganda
Veja o corpinho que sempre engana

Por vezes eu quase chego a acreditar
Mas infelizmente não dá
Olhe só por detrás das janelas
Aquelas lágrimas que verdades revelam

Por vezes eu quase chego a me enganar
Mas infelizmente, mesmo, não dá
Olha lá a infelicidade deitada ao lado
Olha lá a solidão de quem dorme acordado

Por vezes eu quase chego a acreditar
É isso que dá
Teatro nas ruas da cidade
Pra que tanta falsidade?

Mas não é de impressionar?
Quanta arte, quanta beleza...!
Quase chego a acreditar...
Mas me perdoem, não dá!

3 comentários:

Anônimo disse...

De sua autoria? Achei legal. Soa meio como uma crítica!

Bella disse...

Gostei muito do que vi por aqui.

Tônio disse...

perfeito, não dá.

DRUMMOND SEM TRIUNFOS

Chega um tempo em que só se diz "meu Deus" Tempo de inabissoluta depuração Tempo em que se diz "meu amor" Pois o...