quinta-feira, 17 de abril de 2008

"NINGUÉM" CRÊ NA CRUZ


"Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos". (Isaías 53:6)

"Ninguém" crê na Cruz. Milhares dos que confessam o nome de Cristo e dizem ser dele seguidores não acreditam na Cruz. Crêem em um outro "Cristo", num outro "Jesus", pois, nunca creram de fato no poder da Cruz.

"Então ele vos será por santuário; mas servirá de pedra de tropeço, e rocha de escândalo..." (Isaías 8:14)

A mensagem da Cruz é ainda pedra de tropeço e sem sombra alguma de dúvida é rocha de escândalo.

Quem suportaria ouvir os ecos que dela ecoam? Quem suportaria ver-se enganado por toda a vida e ter que encarar que a Cruz não é nada daquilo que tal ser pensa ser? Quem suportaria olhar para ela, a Cruz, e ter que se desfazer de todos os seus artifícios auto-justificativos porque diante dela ninguém se banca, afinal, paradoxalmente, justamente os que tentam se bancar diante de Deus são os que, como Paulo disse, "seprarados estão de Cristo, caíram da Graça"?

"Quem crêu em nossa mensagem?"

O que é maior a CONDENAÇÃO ou O PERDÃO? A MORTE ou a VIDA? o PECADO ou A GRAÇA? A QUEDA ou a CRUZ? Se Cristo venceu o INFERNO porque estamos ressucitando ele de novo? Se o INFERNO teve seu fim-morte em Cristo porque ainda pregamos o medo da condenação eterna? Se a CHAVE do INFERNO está nas mãos de um redentor, salvador, e libertador, porque estamos colocando medo nas pessoas dizendo que o Diabo está levando gente pra lá todos os dias? Se Cristo venceu a morte, porque ressucitamos ela de novo e ainda mandamos as pessoas vigiarem por ela estar todo o tempo ao derredor? Quem foi maior o PRIMEIRO ou o SEGUNDO ADÃO?

Se dizemos o tempo todo que Cristo é o nosso "ÚNICO E SUFICIENTE SALVADOR", porque estamos o tempo todo prestando uma "ajudinha" à Cruz como se ela fosse "suficiente" só na pregação mas na vida real não seria bem assim? Como se o Salvador tivesse vindo salvar aqueles que por sí mesmos pudessem se salvar! Enfim, quando Cristo disse "está consumado" é por que estava mesmo... A Cruz realizou seu papel, a saber "a obra da salvação"... Está feito, acabou, está terminado, a obra da salvação está terminada, com sucesso, pois, foi pelo sangue do Cordeiro que foi pago... Não há nada que tenhamos que acrescentar à Cruz, ela por sí só é suficiente mesmo, e pronto... A BOA NOVA é essa, que não precisamos mais ter medo do inferno nem da morte, muito menos de Deus, porque o inferno foi desmascarado e colocado em deprezo para sempre, o inferno acabou, mesmo; a morte teve seu fim para sempre não há mais do que ter medo, pois, não há mais condenação para aqueles que se enxergam indígnos de entrarem no céu e por isso crêem em Cristo, que ele é de fato o CAMINHO... E quanto a Deus, Ele está em Paz com todos... Não há mais contas à prestar com Ele, Ele mesmo pagou todas elas, todas mesmo, as de ontem, de hoje e as de amanhã!!!!

É pensando assim que vejo Paulo dizer com toda a sua alma: Graças a Deus por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!!!

A BOA NOVA é essa: "Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação". (2º Co. 5:19)

Anuncie isso aos pobres. Saia pelos becos e diga ao mendigo, à prostituta, ao assaltante, ao adúltero, aos religiosos... Diga que Deus está em Paz com todos, que apenas descansem nisso e que esperem até o dia da redenção final.

Ou então, continuem a anunciar esse "outro" que não é o Evangelho, de que Deus está pronto para condenar aqueles que por sí mesmos não derem conta de O satisfazer, mas saiba, que seja amaldiçoado até um anjo que pregar tal má-nova, que seja colocado em desprezo tal mensagem.

Nele.

Nenhum comentário:

DRUMMOND SEM TRIUNFOS

Chega um tempo em que só se diz "meu Deus" Tempo de inabissoluta depuração Tempo em que se diz "meu amor" Pois o...